top of page
  • Rodrigo Guiguem

Contabilidade para Igrejas


A contabilidade para igrejas segue as mesmas regras e princípios contábeis aplicados a qualquer outra organização sem fins lucrativos. No entanto, existem algumas particularidades que precisam ser consideradas.


Algumas das principais atividades realizadas na contabilidade de uma igreja incluem:

  1. Registro de receitas e despesas: a contabilidade deve manter um registro preciso de todas as receitas e despesas da igreja, incluindo dízimos, ofertas, doações e gastos com manutenção e atividades da igreja.

  2. Elaboração de relatórios financeiros: a contabilidade deve gerar relatórios financeiros, como balanços patrimoniais e demonstrações de resultados, para apresentação aos membros da igreja e para fins fiscais.

  3. Pagamento de impostos: a contabilidade deve estar atualizada em relação às obrigações fiscais da igreja, como a declaração de imposto de renda e o recolhimento de impostos sobre folha de pagamento.

  4. Controle de estoque: se a igreja mantém um estoque de bens, como livros religiosos, a contabilidade deve manter um controle preciso desses bens, incluindo registros de entrada e saída.

  5. Gestão de contas a pagar e a receber: a contabilidade deve gerenciar as contas a pagar da igreja, como contas de luz e água, e as contas a receber, como doações e receitas de eventos.

Uma das principais diferenças é que, em geral, as igrejas são isentas de impostos. Isso significa que elas não precisam pagar impostos sobre sua renda, desde que sejam consideradas organizações religiosas sem fins lucrativos e atendam aos requisitos legais para obter essa isenção.


No entanto, mesmo as organizações isentas de impostos precisam manter registros financeiros precisos e transparentes. Isso inclui a manutenção de um livro caixa com todas as entradas e saídas de dinheiro, bem como a preparação de demonstrações financeiras regulares, como balanço patrimonial e demonstração de resultados.

Outra particularidade da contabilidade para igrejas é a necessidade de acompanhar as doações dos fiéis. Isso inclui manter registros precisos das doações recebidas, bem como emitir recibos para os doadores.


Além disso, as igrejas também precisam seguir as normas contábeis específicas para a gestão de bens patrimoniais, como imóveis e veículos, e a realização de atividades como eventos e campanhas.


Por isso, é importante que as igrejas contem com o apoio de um profissional de contabilidade especializado em organizações sem fins lucrativos e que conheça as particularidades do setor religioso para garantir o cumprimento das obrigações legais e fiscais e a gestão financeira eficiente e transparente da igreja.


A RDG Consultoria é uma empresa de contabilidade que conta com um departamento especifico somente para cuidar de sua carteira de organização sem fins lucrativos, para nós é de extrema importância levar a informação para os órgãos governamentais de forma correta e segura.





Para maiores informações acesse nosso site www.rdgconsultoria.com.br e entre em contato através do nosso chat ou do WhatsApp (11) 96068-1304.

60 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page